, , , ,

Faseolamina e Associações – (Diminuir a Vontade por Doces)


Indicado como auxiliar em tratamentos de emagrecimento ou compulsão por ingestão de doces.

Apresentação: Frasco contendo 60 cápsulas gelatinosas

R$70,00

Simulação de frete

A fórmula Faseolamina e Associações – (Diminuir a Vontade de Comer Doces) auxilia em processos de perda de peso e compulsão por ingestão de doces, aumentando a sensação de saciedade e reduzindo a absorção de carboidratos. Além disso, reduz o stress e ansiedade, promovendo o relaxamento e melhorando distúrbios de sono.

 

Na composição da fórmula Faseolamina e Associações – (Diminuir a Vontade de Comer Doces) encontramos:

HIDROXITRIPTOFANO (5HTP) – 5-HTP é um percursor direto da serotonina produz em efeito inibitório que aquieta, acalma e promove sensação do contentamento, evitando o apetite descontrolado, desordens obsessivo-compulsivas.

THEANINA – A Teanina confere sabor ao chá verde. O chá verde contém um número de constituintes, incluindo polifenóis, proteínas, aminoácidos, ácidos orgânicos, vitaminas, minerais e pigmentos. Teanina compreende 1 a 2% do peso seco do chá, constituindo aproximadamente 50% dos aminoácidos do chá verde. No cérebro, Teanina aumenta a produção de serotonina e dopamina.

GARCINIA – Aumento da taxa de queima de gordura, a Garcínia possui um efeito regulador do apetite, esse efeito ocorre no fígado, via regulação do nível hepático de glicose, o ácido (-)-hidroxicítrico atua como um barômetro nos níveis de glicose no sangue. O que torna a Garcínia uma alternativa no combate à obesidade é o fato de inibir o apetite sem causar os danos comuns aos supressores do apetite que estimulam o SNC e que podem resultar em distúrbios psicológicos, cardiovasculares entre outros.

FASEOLAMINA – Extraída da planta Phaseolus vulgaris (feijão comum ou feijão branco), funciona como um inibidor da enzima alfa-amilase, com efeitos clinicamente comprovados na inibição da digestão e na absorção do amido. Inibe a enzima alfa-amilase e impede a absorção de carboidratos.

 GIMNEMA SYLVESTRE – Efeitos na redução da obesidade e diabetes mellitus, recentemente, o seu uso tem sido experimentado no tratamento da obesidade, por seu efeito redutor do sabor doce, que dura de 1 a 2 horas, não interferindo na sensação de outros sabores como o salgado, o ácido e o adstringente.

PICOLINATO DE CROMO – O Cromo é um mineral essencial ao organismo, usado no tratamento de obesidade, diabetes, colesterol e envelhecimento, o Cromo é recomendado para praticantes de exercícios físicos. O Cromo ativa várias enzimas envolvidas no metabolismo da glicose e síntese de proteínas, principalmente a insulina.

 

  • Principais Indicações da Faseolamina e Associações – (Diminuir a Vontade de Comer Doces):
    • Diminuição da compulsão por doces;
    • – Redução do apetite;
    • – Aumento da sensação de saciedade;
    • – Redução da absorção de carboidratos;
    • – Auxilio na perda de peso e redução de medidas abdominais;
    • – Potencialização da ação da insulina;
    • – Diminuição do stress e da ansiedade;
    • – Melhora de distúrbios do sono.

 

  • Composição da Faseolamina e Associações – (Diminuir a Vontade de Comer Doces):
    • Hidroxitriptofano – 60mg
    • Theanina – 50mg
    • Garcinia – 80mg
    • Faseolamina – 100mg
    • Gimnema Sylvestre – 180mg
    • Picolinato de Cromo – 200mcg

Modo de Usar: Uso oral – Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia, 30 minutos antes do almoço e do jantar.

Peso 53 g
Dimensões 10 × 5 × 5 cm

1-) Codigo: 4246

2-) Nome: Fórmula para Diminuir a Vontade de Comer Doces

3-) Descrição: Indicado como auxiliar em tratamentos de emagrecimento ou compulsão por ingestão de doces.

            3.1-) Apresentação: Frasco contendo 60 cápsulas gelatinosas

 

4-) Informações sobre o produto:

            4.1-) Para que serve?

A Fórmula para Diminuir a Vontade de Comer Doces auxilia em processos de perda de peso e compulsão por ingestão de doces, aumentando a sensação de saciedade e reduzindo a absorção de carboidratos. Além disso, reduz o stress e ansiedade, promovendo o relaxamento e melhorando distúrbios de sono. Em sua composição está presente:

 

HIDROXITRIPTOFANO (5HTP) – 5-HTP é um percursor direto da serotonina e derivada de uma planta encontrada no Oeste da África, a Griffonia simplicifolia. Esta planta tem sido usada tradicionalmente na medicina africana para inibir diarréia, vômito e constipação, e também como um afrodisíaco. A serotonina age por todo o corpo; suas funções incluem ações como neurotransmissor, regulador das funções dos músculos lisos do coração e do sistema gastrointestinal e regulador das funções planquetárias. Serotonina produz em efeito inibitório que aquieta, acalma e promove sensação do contentamento. Parte dela é convertida em melatonina no organismo. Melatonina é o hormônio que ajuda a determinar o ciclo do sono e do despertar no indivíduo. 5-htp é um neurotransmissor que ajuda a normalizar a atividade da serotonina no corpo. A deficiência do L-5 Hidroxitriptofano está implicada na depressão, no apetite descontrolado, desordens obsessivo-compulsivas, fobia social e síndrome pré-menstrual. Também está envolvido no autismo, na ansiedade, bulimia, pânico, enxaqueca, esquizofrenia e na violência extrema. A suplementação diária com L-5-Hidroxitriptofano possui extensa e profunda aplicação no equilíbrio das desordens do SNC, podendo citar o sono, a memória, o aprendizado e a regulação da temperatura e do humor. Também auxilia no comportamento sexual, nas funções cardiovasculares, contrações musculares, na regulação endócrina e na depressão. É interessante notar que, no stress crônico, há um aumento na concentração de cortisol plasmático. Isto pode inibir a conversão do triptofano – ingerido através dos alimentos – em L-5-Hidroxitriptofano, mas não inibe a conversão do 5-HTP em 5-HT (serotonina). Isto demonstra a vantagem na utilização do L-5-Hidroxitriptofano ao invés do triptofano quando se deseja aliviar os problemas associados ao stress.

 

THEANINA – A L-teanina (a-glutamilletilamida) é o único aminoácido presente quase exclusivamente na planta Camellia sinensis (chá verde). Parece ocorrer em somente outras três espécies; uma espécie de cogumelo e outras duas espécies do gênero Camellia. Sendo o chá a segunda bebida mais consumida no mundo, uma quantidade considerável de teanina é consumida diariamente em todo o mundo. Teanina confere sabor ao chá verde. O chá verde contém um número de constituintes, incluindo polifenóis, proteínas, aminoácidos, ácidos orgânicos, vitaminas, minerais e pigmentos. Teanina compreende 1 a 2% do peso seco do chá, constituindo aproximadamente 50% dos aminoácidos do chá verde. Teanina é sintetizada na raiz da planta onde a luz solar converte a teanina em polifenóis. Por causa disto, alguns cultivadores do chá verde mantém as plantas fora da luz solar direta para preservar o índice de teanina e assim o sabor. A L-teanina é um derivado do ácido L-glutâmico. Ela é uma substância sólida solúvel em água, sendo também conhecida com o ácido L-glutâmico gama-etilamida. No cérebro, Teanina aumenta a produção de serotonina e dopamina, embora um estudo (Yokogoshi H, Mochizuki M, Saitoh K. Theanineinduced reduction of brain serotonin concentration in rats. Biosci Biotechnol Biochem 1998;62:816-817) demonstre a diminuição de serotonina em ratos depois da administração de teanina. Sem levar em consideração o mecanismo, a teanina aumenta as ondas alfa cerebrais, num sinal de relaxamento induzido. A L-teanina tem sido amplamente estudada por seus efeitos em células tumorais e a sensibilidade destas células frente aos agentes quimioterápicos. Parece que a teanina compete inibindo o transporte do glutamato para dentro das células tumorais, o que causa diminuição dos níveis intracelulares de glutationa (GSH). A Teanina inibe também a saída de agentes quimioterápicos, tais como o doxorubicina, idarubicina, cisplatina, e irinotecano, fazendo com que acumulem nas células tumorais. Teanina protege também células normais dos danos causados por estas drogas através da atividade antioxidante, especialmente mantendo níveis celulares de GSH. A atividade antioxidante de L-teanina foi estudada com relação a seu efeito na oxidação do colesterol LDL. Foi testado In vitro usando o malondialdeído como um marcador da peroxidação do lipídio, demonstrando a inibição da oxidação de LDL com teanina. Tal efeito apresentou-se mais fraco em comparação ao potente efeito antioxidante dos polifenóis do chá verde. Estudos demonstraram que L-teanina induz atividades no cérebro correlacionando um estado percebido de relaxamento. Um pequeno estudo japonês com estudantes universitários mostrou que a administração oral de 200mg de L-teanina leva ao aumento de ondas cerebrais e a um sentido subjetivo de relaxamento. A administração de Teanina causou relaxamento dose dependente, sem perder o estado de alerta, estado mental sem sedação, começando aproximadamente 40 minutos após administração oral. O chá verde é usado frequentemente como uma bebida relaxante, embora possa conter mais cafeína do que o café, a teanina parece neutralizar o efeito estimulante da cafeína.

 

GARCINIA – A Garcínia é uma fruta nativa do sul da Ásia. O extrato seco de Garcínia é obtido do pericarpo (casca) do fruto, sendo o ácido (-)-hidroxicítrico o principal constituinte químico, este ácido bloqueia a síntese de ácidos graxos, pois competem com a enzima Citrato Liase pelo substrato citrato impedindo a formação de Acetil CoA, que é a fonte de átomos de carbono na síntese de ácidos graxos. A habilidade da Garcínia em controlar e reduzir o peso corporal deve-se à aceleração da queima de gordura pelo próprio corpo e pela sua capacidade de bloquear a síntese de gordura “nova”. Além dos efeitos de inibição de ácidos graxos e do aumento da taxa de queima de gordura, a Garcínia possui um efeito regulador do apetite, esse efeito ocorre no fígado, via regulação do nível hepático de glicose, o ácido (-)-hidroxicítrico atua como um barômetro nos níveis de glicose no sangue. O que torna a Garcínia uma alternativa no combate à obesidade é o fato de inibir o apetite sem causar os danos comuns aos supressores do apetite que estimulam o SNC e que podem resultar em distúrbios psicológicos, cardiovasculares entre outros.

 

FASEOLAMINA – Extraída da planta Phaseolus vulgaris (feijão comum ou feijão branco), é uma glicoproteína que funciona como um inibidor da enzima alfa-amilase, com efeitos clinicamente comprovados na inibição da digestão e na absorção do amido. Inibe a enzima alfa-amilase e impede a absorção de carboidratos. Indicada em casos de obesidade (associação com a cassialamina) e em dietas para redução de lipídeos séricos. Ao contrário dos antigos produtos para perda de peso, que continham cafeína ou anfetamina e produziam efeitos colaterais indesejáveis, a faseolamina atua de forma diferente. Ligandose à enzima alfa-amilase, inibe a digestão do amido (que contribui aproximadamente com um terço do total de calorias ingeridas), que desta forma não é absorvido deixando de adicionar calorias a dieta. Cada grama de faseolamina neutraliza 2.250 calorias de amido, in vitro. Estudos clínicos constataram que o inibidor de alfa-amilase (faseolamina) provocou a inativação de amilases, in vitro, e diminui a digestão de amido sólido de forma doedependente. A perfusão do inibidor no duodeno de humanos rapidamente inibiu de 94% a 99,9% da atividade intraluminal da amilase. Em outro estudo, 4 voluntários saudáveis receberam 50g de amido de arroz com placebo, e no segundo dia a mesma quantidade de amido com inibidor de amilase. Comparado ao placebo, o inibidor reduziu significativamente a atividade da amilase em mais de 95% por 1 a 2 horas. Estudos clínicos constataram que o inibidor de alfa-amilase (faseolamina) provocou a inativação de amilases, in vitro, e diminui a digestão de amido sólido de forma doedependente. A perfusão do inibidor no duodeno de humanos rapidamente inibiu de 94% a 99,9% da atividade intraluminal da amilase. Em outro estudo, 4 voluntários saudáveis receberam 50g de amido de arroz com placebo, e no segundo dia a mesma quantidade de amido com inibidor de amilase. Comparado ao placebo, o inibidor reduziu significativamente a atividade da amilase em mais de 95% por 1 a 2 horas. Portanto, é eficaz em dietas de emagrecimento, para reduzir absorção de calorias provenientes de amido. Além disso, mostrou-se benéfico no tratamento de diabetes mellitus em pacientes não dependentes de insulina.

 

GIMNEMA SYLVESTRE – Trata-se de uma erva medicinal dicotiledónea pertencente à família Asclepiadaceae, é uma trepadeira lenhosa encontrada na África tropical, Austrália, central e sul da Índia e da China. Gymnema é conhecida por ter efeitos antimicrobianos, anti-hipercolesterolémicos, e hepatoprotetores, e em especial, efeitos sobre a obesidade e diabetes mellitus. Tem ação adstringente, estomáquica, tônica e refrescante. Tem também ação estimulante sobre a produção de insulina e ação diurética. Mais recentemente, o seu uso tem sido experimentado no tratamento da obesidade, por seu efeito redutor do sabor doce, que dura de 1 a 2 horas, não interferindo na sensação de outros sabores como o salgado, o ácido e o adstringente. As folhas apresentam uma atividade diurética e laxante moderada, devido à presença de flavonóides e antraquinonas.

 

PICOLINATO DE CROMO – O Cromo é um mineral essencial ao organismo. Os processos de refino industrial dos alimentos refinam o cromo, sendo recomendada sua suplementação. Além de ser usado no tratamento de obesidade, diabetes, colesterol e envelhecimento, o Cromo é recomendado para praticantes de exercícios físicos. As principais fontes deste são: oleaginosas, aspargos, cogumelos, ameixa, cereais integrais, carnes, vísceras, leguminosas e vegetais. O Picolinato de Cromo é uma forma orgânica e completamente biodisponível de Cromo, apresentando uma atividade de em média 120mg de Cromo em cada grama de Picolinato. O Cromo encontra-se distribuído principalmente nos cabelos, baço e rins. O coração, pulmão, pâncreas e cérebro também contêm Cromo, mas em concentrações menores. O Cromo ativa várias enzimas envolvidas no metabolismo da glicose e síntese de proteínas, principalmente a insulina. De fato, o Cromo é um mineral que participa da biossíntese, desse hormônio, participando também do seu aproveitamento pelas células durante o transporte da glicose. Vários estudos documentam a utilização do Cromo em diversos distúrbios, endógenos, incluindo distúrbios do colesterol, glicose, diabetes, obesidade e envelhecimento. Da mesma forma, o Picolinato de Cromo é um suplemento alimentar seguro e eficaz, o que é demonstrado por inúmeros trabalhos em revistas indexadas. Este mineral age potencializando a ação da insulina e é, portanto, fundamental para a manutenção da função desse hormônio. O mecanismo pelo qual o cromo potencializa a ação da insulina ainda não está totalmente esclarecido na literatura, mas ele pode aumentar a fluidez da membrana celular, facilitar a ligação da insulina com seu receptor e a internalização da mesma. O seu papel no metabolismo lipídico parece estar relacionado com o aumento das lipoproteínas de alta densidade (HDL) e redução do colesterol total e das lipoproteínas de baixa densidade (LDL, VLDL) em indivíduos com valores inicialmente elevados. Durante o exercício o cromo é mobilizado de seus estoques orgânicos para aumentar a captação de glicose pela célula muscular, mas sua secreção é muito mais acentuada em presença de insulina. Um aumento da concentração de glicose sanguínea induzida pela dieta estimula a secreção de insulina que, por sua vez provoca maior liberação de cromo. É indicado em casos de deficiência de Cromo; Como suplemento nutricional; Distúrbios do colesterol e triglicéride; Diabetes mellitus, e diabetes não-insulino dependente; Obesidade.

 

            4.2-) Principais Indicações?

  • – Diminuição da compulsão por doces;
  • – Redução do apetite;
  • – Aumento da sensação de saciedade;
  • – Redução da absorção de carboidratos;
  • – Auxilio na perda de peso e redução de medidas abdominais;
  • – Potencialização da ação da insulina;
  • – Diminuição do stress e da ansiedade;
  • – Melhora de distúrbios do sono.

 

            4.3-) Contra Indicações?

Gravidez e lactação; diabéticos insulino dependente e indivíduos insulino dependente. O uso de Lteanina concomitantemente com o uso de agentes quimioterápicos no câncer deve ser realizado sob supervisão médica. Contudo, a venda é realizada sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!

 

            4.4-) Referências Bibliográficas

  • – Literatura do Fornecedor
  • – BATISTUZZO J.A.de O. Formulário médico Farmacêutico 3ª ed. São Paulo: Pharmabooks Editora, 2006.

 

5-) Composição:

  • Hidroxitriptofano – 60mg
  • Theanina – 50mg
  • Garcinia – 80mg
  • Faseolamina – 100mg
  • Gimnema Sylvestre – 180mg
  • Picolinato de Cromo – 200mcg

6-) Modo de Usar: Uso oral – Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia, 30 minutos antes do almoço e do jantar.

7-) Validade: 6 meses

8 -) Advertências:

  1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
    2. Imagens meramente ilustrativas.
    3. É necessário uma dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.
    4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
    5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
    6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Qualquer dúvida entre em contato com a Biopharma.
    7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
    8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
    9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
    10. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
    11. Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.
    14. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
    15. “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”.

 

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas.

Faça uma pergunta

Sua pergunta será respondida pela loja ou por outro cliente.

Agradecemos sua pergunta!

Mail

Sua pergunta foi recebida e será respondida em breve.

Erro

Warning

Ocorreu um erro ao gravar sua pergunta. Entre em contato com o administrator do site. Informações adicionais:

Adicionar uma resposta

Agradecemos sua resposta!

Mail

Sua resposta foi recebida e será publicada em breve.

Erro

Warning

Ocorreu um erro ao gravar sua pergunta. Entre em contato com o administrator do site. Informações adicionais: